E-Redes

A Problemática Do Lixo Marinho

Os problemas ecológicos e sócio-económicos derivados do abandono, perda ou descarte de equipamentos de pesca são uma preocupação crescente.

Redes de emalhar e tresmalho, usadas primariamente na pequena pesca, costeira e artesanal, e que têm um elevado potencial de produzir pesca-fantasma, contribuem globalmente e diretamente para cerca de 1/5 dos desembarques de pescado.

Pescadores

Consciencializar a comunidade

Redes biodegradáveis para a comunidade piscatória

A pesca fantasma também afeta espécies não-alvo incluindo aves, tartarugas, mamíferos marinhos e elasmobrânquios, alguns dos quais em perigo, ameaçados ou protegidos e contribui para a poluição em ambiente marinho ao introduzir materiais plásticos sintéticos não-biodegradáveis na cadeia alimentar marinha, incluindo material plástico microscópico e químicos tóxicos derivados de equipamentos de pesca. 

A quantidade, distribuição e efeitos de equipamentos de pesca perdidos aumentou substancialmente nas últimas décadas com a rápida expansão no esforço de pesca e no uso de matérias sintéticos, altamente duráveis e flutuantes nas artes de pesca.

De todos estes problemas, a poluição marinha causada por plásticos não-degradáveis tornou-se um dos problemas ambientais mais sérios a uma escala global.

Estudo-piloto sem precedentes

O Projeto E-Redes

O projeto descreve um estudo-piloto sem precedentes proposto para a área marinha protegida do Parque Marinho do Litoral Norte.

Este estudo envolverá o fornecimento de redes de emalhar e tresmalho biodegradáveis à comunidade piscatória local, para posterior avaliação do contributo desta iniciativa na redução tanto da pesca-fantasma como da introdução de material plástico sintético no oceano. O estudo envolverá a avaliação das propriedades físicas e da durabilidade de monofilamentos inovadores, a viabilidade do fabrico de artes com os monofilamentos biodegradáveis, e a eficiência pesqueira de redes contruídas a partir de monofilamentos biodegradáveis quando comparadas com redes convencionais. Será também avaliada a sustentabilidade da utilização de materiais biodegradáveis em comparação com materiais convencionais sintéticos do ponto de vista económico (custos e economia local), ambiental (proteção do ecossistema marinho e preservação da biodiversidade) e social (tradições e práticas locais) para concluir se o recurso a redes biodegradáveis poderá constituir uma alternativa viável às redes convencionais considerando o seu custo e eficiência pesqueira.

Outro elemento chave da presente proposta é a identificação de fontes de lixo marinho e a avaliação da quantidade e natureza do lixo arrojado às praias. Esta informação é crucial para uma tomada de ação para eliminar as origens do lixo marinho. Contribuirá também para o desenho de futuras medidas de gestão para enfrentar este desafio baseadas numa monitorização constante e sistemática, suportando os gestores e decisores com as evidências necessárias para ação. O desafio final será a promoção de uma consciencialização da comunidade para os problemas associados ao lixo marinho.

Atividades

Tarefa 1

Prospeção e obtenção de resinas biodegradáveis para produção de redes de pesca

Tarefa 2

Testes de seleção, certificação, durabilidade, resistência e biodegradabilidade a resinas biodegradáveis para produção de redes de pesca

Tarefa 3

Fabrico de redes a partir de materiais biodegradáveis

Tarefa 4

Teste da eficiência pesqueira de redes produzidas com materiais biodegradáveis comparada às redes convencionais

Tarefa 5

Estudo da viabilidade económica na utilização de redes biodegradáveis a uma escala regional

Tarefa 6

Campanhas de remoção, quantificação/distribuição espacial e tipificação de lixo marinho arrojado.

Tarefa 7

Transporte, reciclagem e/ou reaproveitamento de lixo marinho

Tarefa 8

Plano de comunicação

Tarefa 9

Coordenação e acompanhamento executivo

Previous
Next

O projeto e-redes em números

lixo-recolhido@2x
0
Toneladas de lixo recolhidas
voluntarios@2x
0
Voluntários nas limpezas de praia
noticias@2x
0
Notícias na comunicação social
pescadores@2x
0
Pescadores envolvidos
redes@2x
0
Redes biodegradáveis fabricadas

Equipa

uminho

A equipa E-Redes

Contacte-Nos

Para qualquer questão que nos queira colocar

Financiado por:

a promover uma pesca sustentável

Operador de programa

republica portuguesa

Promotor

esponsende

Parceiros

Projeto financiado pela
Islândia, Liechtenstein e Noruega, através dos EEA Grants.

Siga-nos

© 2021 E-Redes Esposende. todos os direitos reservados.

pt_PTPortuguese
en_USEnglish pt_PTPortuguese